Montando o ambiente de desenvolvimento para o Intel Galileo Gen2

Olá a todos,

nesse post mostraremos como montar o ambiente de desenvolvimento para utilizarmos a nossa placa Intel Galileo Gen2. Esse post foi baseado nas instruções do site da Intel.

Para iniciar o usa da placa você precisará também dos seguintes itens:

  • Cabo USB para micro USB;
  • IDE de desenvolvimento para o Arduino

Quando ligamos a placa devemos sempre realizar as etapas na seguinte seqüência:

  1. Conecte a fonte de alimentação na tomada;
  2. Conecte a fonte de alimentação na Intel Galileo Gen2;
  3. Conecte o cabo USB no computador e na placa.

Essa sequência é importante pois a porta USB não possuí potência suficiente para alimentar a placa, podendo queimar a porta USB do computador ou da placa.

O próximo passo será instalar o IDE (software para escrever os programas Arduino), que pode ser baixado no site da Intel. Devemos do prestar atenção para baixarmos a versão correta para o sistema operacional (Windows, Linux ou Mac OS), se ele é 32bits ou 64bits pois esse detalhe fará diferença durante a instação dos drivers.

Após a instalação do IDE devemos configurar a placa e a porta em que ela está conectada para que seja possível a correta compilação e transferência do programa. Essa configuração é semelhante quando utilizados versões de Arduino e já foi mostrado em outro post.

Assim que a configuração da placa e da porta estiverem corretas podemos compilar e transferir os programas para a placa, conforme mencionado no post já mencionado.

A partir desse ponto podemos escrever programas na linguagem utilizado pelos Arduinos e utilizá-los em nossa placa Intel Galileo Gen 2. Nos próximos post demonstraremos como preparar o ambiente para escrevermos nossos programas em C++ e Node .JS

Onde encontrar:

Obrigado a todos e até o próximo post!

Um comentário em “Montando o ambiente de desenvolvimento para o Intel Galileo Gen2”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *